Tribunal regional eleitoral de rondônia moderniza data center e aumenta a segurança e agilidade com soluções VMWARE

O Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE-RO) é responsável pelas atividades de preparação e execução das eleições no Estado. Em março de 2014, uma enchente recorde do rio Madeira invadiu o prédio sede e anexos, chegando a um metro e meio de altura dentro do antigo Data Center, no térreo do edifício sede, paralisando todas as atividades externas da Justiça Eleitoral no Estado. Para solucionar o problema e aprimorar a gestão da infraestrutura de TI, dos dados e disponibilidade de serviços aos eleitores em todo o Estado de Rondônia, o TRE-RO adotou soluções da VMware.

 

O Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE-RO) é responsável por todo o processo eleitoral do Estado, e tem como prioridade garantir a legitimidade e alcançar a excelência nas eleições. O estado possui 52 municípios, 29 Zonas Eleitorais, 1.190.505 eleitores aptos, distribuídos em 4.724 seções.

O desafio

O TRE-RO já estudava adotar uma solução de site backup. Com equipe reduzida, outras ações sempre acabavam sendo priorizadas até que, em 2014, uma enchente histórica fez com que toda infraestrutura de TI fosse completamente paralisada durante cinco dias. Este episódio foi essencial para a decisão de instalar um segundo site de forma a garantir a continuidade do negócio e a segurança das informações. Para garantir a disponibilidade do TRE-RO 24 horas nos sete dias da semana eles decidiram adotar uma solução completa de Software-Defined Data Center da VMware.

A solução

O TRE-RO já usava soluções da VMware desde 2009, e decidiu implementar a tecnologia de hiperconvergência da companhia, pela facilidade de integração e desacoplamento do hardware. Investiu também em uma solução de site recovery management, para garantir a duplicação das informações e, consequentemente, o funcionamento da operação, e no NSX, solução de redes e segurança. Juntas, as tecnologias, possibilitaram a microssegmentação da rede, economia de energia e tempo nos processos por meio da automatização deles, além de uma maior disponibilidade dos serviços suportados pela equipe de infraestrutura.

“Temos uma equipe reduzida e contar com o apoio da área de Professional Services da VMware na implementação, foi decisivo na escolha. Além disso, os treinamentos oferecidos a toda equipe garantiram um melhor aproveitamento diário das soluções”, explica Filipe Teixeira, chefe da seção de infraestrutura e comunicação do TRE-RO.

Grupo fleury moderniza infraestrutura e garante aumento de desempenho

O Grupo Fleury é referência em medicina e saúde no Brasil, com atividade em150 unidades distribuídas por seis estados. Em 2018, após realização de auditorias, a organização detectou a necessidade de reestruturar seu data center e implementou soluções de Hiperconvergência (vSAN), Site Recovery Manager (SRM) e o software de virtualização de rede e segurança (NSX) da VMware, o que permitiu a modernização da infraestrutura e a criação de umnovo pilar de tecnologia para sustentar os negócios, além de impactardiretamente na melhora de performance e da experiência do cliente.

O Grupo Fleury é uma das mais respeitadas organizações de medicina e saúde do Brasil. Possuicerca de 150 unidades de atendimento distribuídas em seis estados, além do Distrito Federal, e mais de 10 mil profi ssionais dedicados a levar o melhor da medicina diagnóstica aos seus pacientes, com excelência médica, técnica, de atendimento e em gestão.

O desafio

Em 2018, o Fleury passou por auditorias internas que apontaram demandas na complexidade e disponibilidade do seu ambiente de TI. Foi, então, realizado um mapeamento de possíveis riscos para os negócios, no qual foi concluído que se os sistemas fi cassem fora do ar por determinado tempo as operações seriam impactadas. Para garantir a sustentabilidade do negócio, o Grupo precisava modernizar seu data center, mantê-lo seguro e em funcionamento 24h por dia, sete dias por semana.

A solução

Quando defi niu que realizaria o reforço de sua infraestrutura de data center, o Fleury contou com o apoio da OST Informática Ltda, integradora de soluções para ambientes de missão crítica e parceira da VMware há mais de 10 anos. O Grupo, que já trabalhava com o vSphere, adotou então as soluções de Hiperconvergência (vSAN) e Site Recovery Manager (SRM), integrando e potencializando o sistema que já estava em operação. A solução de Hiperconvergência (vSAN) teve impacto importante em relação à manutenção da continuidade e da disponibilidade dos negócios mesmo em caso de queda do sistema. Desta maneira, garantiu ao Fleury redundância e mobilidade das aplicações entre os sites, além de tornar possível a criação de novos pilares de arquiteturas que garantem o funcionamento do ambiente.

O Site Recovery Manager (SRM) funciona como um apoio à organização em casos emergenciais. Caso ocorram falhas em um dos data centers, por exemplo, essa solução resgata as informações no outro data center ao “aperto de um botão”, garantindo a continuidade da operação. Já o software de virtualização de rede e segurança (NSX) entrega agilidade e uma plataforma segura que permite abstrair toda a parte de rede pra tornar a ativação mais rápida e mais simples.

Benefícios de negócio

Essa modernização, que durou cerca de um ano, permitiu o destaque do Grupo perante o mercado como um laboratório moderno e inovador. Prova disso é o ganho de agilidade. Segundo Josiel Santos, CTO da OST Informática, as operações de recuperação de desastres fi caram mais rápidas e simples. “A movimentação das cargas de trabalho de um data center para o outro, dependendo do volume, demorava de horas até dias. Agora, demora apenas alguns minutos”, explica.

A implementação das soluções também gerou impacto positivo na redução de custos e na segurança do ambiente, segundo Manoel Arthur Vaz, gerente sênior de Tecnologia do Fleury. “O ganho operacional foi enorme. Retiramos uma série de complicadores, a complexidade diminuiu e o ambiente ficou mais simples e seguro. Além disso, as soluções possibilitaram redundância, alta disponibilidade e mobilidade das aplicações entre os sites”, comenta.

Essa melhoria, também impactou positivamente a experiência dos clientes e dos funcionários do Grupo. Segundo Vaz, agora é possível seguir o ciclo de vida e de estadia do paciente no Fleury. Todos os sistemas passaram a ser rodados em data centers replicados, utilizando as soluções da VMware, garantindo o funcionamento 24×7, eliminando assim, impactos por falta de sistema no atendimento ao cliente.

O executivo reforça ainda os ganhos de imagem para a instituição. “As soluções permitiram que o Fleury se modernizasse e isso refl etiu nos negócios, porque a marca passou a aparecer mais perante o mercado como um laboratório moderno e inovador. Criamos também um pilar novo de tecnologia para sustentar os negócios na próxima década. O Fleury, assim, conseguirá alçar voos mais altos”, explica Manoel Arthur Vaz, gerente sênior de Tecnologia do Fleury.

Próximos passos

Para 2020, o Grupo Fleury terá como foco a nuvem. A organização irá implementar um terceiro data center, desta vez em cloud, com o objetivo de movimentar as cargas de trabalho junto aos dois data centers on premise. Para o longo prazo, a intenção é operar em multicloud.

 

 

Tecflux, uma jornada para a nuvem com excelência

A Tecflux Ltda, desde 1998, é distribuidora exclusiva no Brasil da Swagelok®, empresa de maior renome mundial em soluções para sistemas de fluídos, que incluem produtos, acessórios, ferramentas, montagens e serviços. Com centros de distribuição, aliados a representantes, corpo técnico e comercial altamente capacitados pela Swagelok, a Tecflux garante um alto padrão de qualidade para seus produtos e soluções.

A Tecflux, está permanentemente conectada a todos os grandes centros de distribuição da Swagelok® localizados ao redor do mundo, facilitando assim a localização e remessa imediata de produtos que não se encontram em estoque próprio.

Problema encontrado

A Tekflux necessitava de um ambiente de contingência para os serviços críticos. O cliente procurou a OST para um estudo de viabilidade de um Projeto TAPELESS utilizando a longa retenção para Nuvem.

A proposta precisava oferecer

  • Redução dos custos com fita;
  • Integração com sua ferramenta de backup atual;
  • Armazenar o backup em disco.

A solução

Cliente da OST há mais de 6 anos, a empresa procurava por uma solução em nuvem para armazenar seu backup de longa retenção para substituição de seu ambiente de fita físico. A solução apresentada envolveu os seguintes itens do parceiro AWS:

  • 01 x S3 Intelligent-Tiering
  • 1 TB
  • 1000 requests PUT/COPY/POST/LIST Requests
  • 1000 requests GET/SELECT and Other
  • Requests:
  • 1000 requests Lifecycle Transitions from S3 Standard or S3 Standard-IA into S3 INT
  • 01 x Glacier Deep Archive- 1 TB

Nuvem Gerenciada (serviço da Use Cloud by OST) que contempla serviços preventivos e corretivos com foco em apoio técnico para a ativação de novas funcionalidades nos serviços AWS, ou ainda atividades com entregas definidas (planos, procedimentos, laudos, atualizações, pareceres técnicos…), que tenham por objetivo a melhoria de utilização da infraestrutura no ambiente em questão, devendo ter o seu escopo, prazo de entrega e as respectivas horas alocadas para a sua execução previamente aprovadas pelo cliente.

Com esse serviço, a empresa se preveniu de problemas físicos que poderiam ser encontrados em sua infraestrutura de backup de longa retenção com redução de custos para esse armazenamento na Nuvem.